Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

BRB está em Vicente Pires

Imagem
BRB paga R$ 14 mil de aluguel em prédio embargado e em área públicaBanco fez contrato em janeiro; não há previsão para abertura de agência. Tribunal contesta locação sem licitação. Prédio será regularizado, diz banco. Gabriel LuizDo G1 DF Agência do BRB, no térreo de um prédio em Vicente Pires (Foto: Gabriel Luiz/G1)



















O BRB paga desde o mês de julho, R$ 14 mil pelo aluguel de um espaço em um prédio embargado, construído em área pública, onde vai funcionar uma agência do banco, em Vicente Pires. A locação é contestada pelo Tribunal de Contas do DF, porque foi feita sem licitação.
Em janeiro, de acordo com publicação no Diário Oficial do DF, o BRB estimava gastar R$ 1,2 milhão com a instalação da agência, incluindo custos com reforma e 60 meses de aluguel. Neste mês de agosto, o banco destinou mais R$ 99,6 mil à obra, como aditivo ao contrato.
O prédio está localizado na rua 8, a menos de 150 metros do condomínio irregular que teve casas derrubadas pela Agefis no começo deste mês por ocupaçã…

Imóveis

Imagem
Audiência pública nesta última quinta-feira colocou em
 debate estímulo a mercado imobiliário
Audiência pública nesta quinta-feira debate estímulo a mercado imobiliário BRB deve atuar como agente de fomento A Câmara Legislativa realizou na noite desta última quinta-feira (20), audiência pública para debater o cenário atual do mercado imobiliário no Distrito Federal e a importância de uma parceria com o Banco de Brasília (BRB) para financiamentos nesse segmento. De iniciativa do deputado Raimundo Ribeiro (PSDB), o evento começou às 19h no plenário da Casa. A audiência pública teve objetivo de identificar oportunidades para a ampliação de financiamentos imobiliários pelo BRB, por intermédio de correspondentes bancários, e dessa forma abrir concorrência com os bancos que já trabalham nesse mercado e, consequentemente, aquecer o ramo imobiliário no Distrito Federal.  De acordo com Raimundo Ribeiro, a audiência pública busca "mecanismos para fomentar o desenvolvimento da economia do DF…

Fiscalização

Imagem
Rollemberg ouve moradores de  Vicente Pires e do Jardim Botânico Governador ratificou disposição de enfrentar parcelamentos e construções irregulares em todo o Distrito Federal Isaac Marra, da Agência Brasília 14 de agosto de 2015 - 19:50 Foto: Renato Araújo/Agência Brasília Durante reunião com moradores de Vicente Pires e do Jardim Botânico, no último dia 14, no Palácio do Buriti, o governador Rodrigo Rollemberg reiterou a posição do Estado de não permitir construções ilegais em áreas públicas. "Temos consciência da nossa responsabilidade de proteger o patrimônio público e, por isso, continuaremos combatendo as ocupações irregulares em todo o Distrito Federal para podermos levar melhorias à comunidade." Participaram do encontro o secretário de Relações Institucionais e Sociais, Marcos Dantas, a presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputada distrital Celina Leão (PDT), e os deputados Julio Cesar (PRB), líder do governo na Câmara, Raimundo Ribeiro (PSDB), Regin…

FIM DA DERRUBADA

Chega ao fim operação de retirada de construções irregulares em Vicente Pires Trabalho de desocupação de área pública começou na terça-feira e resultou na derrubada de 26 edificações Étore Medeiros, da Agência Brasília
Mais sete construções foram derrubadas pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), nesta última quinta-feira (6), na Chácara 200 da Rua 8, em Vicente Pires. Com isso, o número de edificações demolidas desde a terça-feira (4), quando começou o trabalho para a liberação da área pública, chegou a 26 — 19 de alvenaria, 3 barracos e 4 bases.  Oito construções da Chácara 200 continuam de pé devido a liminares concedidas pela Justiça. Contra elas, o governo vai entrar com recurso por meio da Procuradoria-Geral do DF. "Cumprimos nosso objetivo, deixando livre a maior parte da área pública. Conseguimos demonstrar que o governo está empenhado em impedir as invasões", afirmou a diretora-presidente da Agefis, Bruna Pinheiro. Os 20 mil metros quadrados ocupados …

Derrubada

Em dois dias, 19 edificações irregulares foram demolidas em Vicente Pires Moradores voltaram a dificultar o trabalho dos órgãos fiscalizadores e de segurança Ádamo Araujo, da Agência Brasília 5 de agosto de 2015 - 19:31 Nesta quarta-feira (5), a Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) voltou a derrubar construções irregulares na Chácara 200, conhecida como Chácara Prosperidade, na Rua 8, em Vicente Pires. Em dois dias de operação, foram demolidos 12 imóveis de alvenaria, quatro bases e três barracos de madeira. Sete liminares haviam sido concedidas aos invasores, mas uma caiu após intervenção da Procuradoria-Geral do Distrito Federal. Segundo informações da Agefis, no início da operação, nessa terça (4), havia 26 edificações em variados estágios de obra nos cerca de 20 mil metros do terreno. Assim como ontem, a agência e os demais órgãos de fiscalização e segurança do governo de Brasília tiveram dificuldades para entrar hoje na chácara. Os moradores montaram barricadas com…

Ação da Agefis

Imagem
Construções irregulares são derrubadas em Vicente Pires Moradias estavam em área pública de 20 mil metros quadrados. Agefis alerta que as demolições vão continuar Ádamo Araujo, da Agência Brasília 4 de agosto de 2015 - 16:09 Foto: Dênio Simões/Agência Brasília Atualizado em 4 de agosto de 2015, às 17h28 O título anterior informava que 26 construções irregulares tinham sido derrubadas. Esse número refere-se ao total da operação que teve início hoje. Nesta terça-feira, foram demolidas nove: sete casas e dois barracos. A Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) comandou operação para derrubar 26 construções irregulares na Chácara 200, conhecida como Chácara Prosperidade, na Rua 8, em Vicente Pires. O terreno é público e pode ser destinado à instalação de equipamentos para a população — como delegacia de polícia, centros comunitários, escolas e unidades de saúde. Nesta manhã (4), sete casas, dois barracos de madeiras e duas bases para estrutura foram demolidas. Foi a terceira vez,…
Imagem
MOVIMENTO ANTI DERRUBADA

Proprietários de  imóveis do condomínio 200, da rua 8 de Vicente Pires, realizaram manifesto na EPTG, exatamente quando é intenso o movimento naquela via. Eles gritavam por justiça e abaixo a ação do governo do DF de demolir suas casas. A partir de 18 horas desta terça-feira(04), perto de dez pessoas fecharam a via lateral de acesso à cidade, ateando fogo em madeiras , papel e lixo encontrado nas imediações. O grupo asteou faixas tornando o caminho intransitável. A Polícia Militar entre outros serviços de segurança acompanharam a ação. Perto de uma hora depois o caminho foi limpo e o trânsito tentou voltar à normalidade, mas em marcha lenta pois o engarrafamento alcançou muitos quilômetros. 


Mais detalhes na edição impressa do Jornal Tribuna ViP de agosto




Fiscalização

Imagem
Agefis realiza derrubada de moradias irregulares em Vicente Pires 
Douver Barros douver.barros@jornaldebrasilia.com.br 
A Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) realiza uma operação de derrubada de 18 casas, na chácara 200, quadra 8, de Vicente Pires. A ação teve início às 6h desta terça (4) e deve se estender até o período da tarde. Na tentativa de proteger suas casas, moradores atearam fogo em pneus para impedir a entrada do maquinário nos terrenos que, segundo a Agefis, é de ordem pública. 
A princípio, 25 casas seriam derrubadas nesta operação. Entretanto, sete moradores conseguiram liminar junto a Justiça, que dá o direito de permanecerem residindo no local. Em nota, a pasta ressalta que obedece a decisão da Justiça, mas afirma que o Governo de Brasília deverá recorrer da decisão, por meio da Procuradoria Geral do Distrito Federal (PGDF).
Nenhum ocupante recebeu notificação de desocupação por se tratar de terreno público, que é destinado a instalação de órgãos que benefi…