GDF inicia integração de ônibus


Inovação traz mais opções de trajetos, principalmente
para passageiros de Taguatinga e Ceilândia.

O Governo do Distrito Federal vai disponibilizar, a partir de segunda-feira (21), um novo serviço aos usuários do Sistema de Transporte Público Coletivo do Distrito Federal. Cerca de 40 mil passageiros/dia passarão a utilizar mais linhas integradas, que operarão nas regiões de Ceilândia e  Taguatinga para o Plano Piloto, Guará, Octogonal, Núcleo Bandeirante  e Rodoviária Interestadual.
 As pessoas que se deslocam de Ceilândia e Taguatinga, principalmente para o Plano Piloto, terão mais opções de viagens, com trajetos mais rápidos, inclusive, pela faixa exclusiva de ônibus da Estrada Parque Taguatinga (EPTG). A integração será feita por mais de 60 linhas de ônibus.
 Os passageiros poderão buscar o novo serviço nos dias de semana (das 8h às 17h); aos sábados (das 8h à meia noite); e aos domingos e feriados (das 6h à meia noite).
 Além de maior agilidade no deslocamento, a inovação traz mais opções de trajetos para diversas regiões, com ganho de tempo e economia para os cidadãos. A integração propicia a uma grande parcela da população do DF, uma melhoria no sistema de transporte coletivo.
 A medida integra o projeto de mobilidade urbana do GDF, que vem implementando ações para trazer melhorias aos usuários do transporte público coletivo.
 Entre as medidas já implementadas estão a criação das cinco faixas exclusivas para ônibus (EPNB, Setor Policial, W3 Norte e Sul e EPTG), que permite maior fluxo e reduz o tempo percorrido nas viagens, e a licitação do novo Sistema de Transporte Público Coletivo (STPC), que está em andamento e permitirá a renovação de 75% da frota.

 Informações da estruturação a ser operacionalizada e esclarecimentos de dúvidas aos usuários.

O que muda?
 As pessoas que se deslocam de Ceilândia e Taguatinga ao Plano Piloto (Eixo Sul, Rodoviária do Plano Piloto e W3), Guará, Núcleo Bandeirante, Octogonal, Rodoviária Interestadual e SIA, pela EPTG, fora dos horários de pico, farão uso de linhas integradas.
 A integração será nos dias de semana (das 8h às 17h); aos sábados (das 8h à meia noite); e aos domingos e feriados (das 6h à meia noite).
 Linhas circulares realizadas por ônibus de Ceilândia e Taguatinga integrarão em diversos pontos de parada de Taguatinga Centro às novas linhas para Plano Piloto (Eixo Sul, Rodoviária do Plano Piloto e W3), Guará, Núcleo Bandeirante, Octogonal e Rodoviária Interestadual, pela EPTG. Da mesma forma, estas novas linhas integrarão, no sentido inverso, com as linhas circulares. Estas novas linhas são chamadas de linhas especiais de ligação.
 As novas linhas que partem de Taguatinga Centro e têm por destino o Plano Piloto (Eixo Sul, Rodoviária do Plano Piloto e W3) serão semi-expressas, seguindo pela faixa exclusiva sem parar ao longo da EPTG, oferecendo maior rapidez nas viagens. As demais linhas seguirão pelas vias marginais da EPTG, permitindo embarques e desembarques nos pontos de parada.
 Os passageiros que embarcam ao longo da EPTG com destino ao Plano Piloto (Eixo Sul, Rodoviária do Plano Piloto e W3), integrarão nas paradas da Octogonal e do complexo da Polícia Civil. Esta integração será nos dois sentidos de ida e de volta, pela linha 0.573.
 Para a integração será necessário o uso do cartão do Sistema de Bilhetagem Automática, que pode ser o que você já usa, ou cartão adquirido com antecedência nos postos do sistema de bilhetagem e nas lojas de conveniência do BRB.

O que não muda?
Nos dias de semana, antes das 8h e depois das 17h, aos sábados, antes das 8h, continuam as mesmas linhas que já ligavam, pela EPTG, Ceilândia e Taguatinga ao Plano Piloto (Eixo Sul, Rodoviária do Plano Piloto e W3), Guará, Núcleo Bandeirante, Octogonal e Rodoviária Interestadual. Nos demais dias e horários, os deslocamentos serão feitos pelas novas linhas integradas.
Quais as linhas que serão integradas?
Relação das linhas que irão pela EPTG, desde o centro de Taguatinga ao Plano Piloto (Eixo Sul, Rodoviária do Plano Piloto e W3), Guará, Rodoviária Interestadual e Núcleo Bandeirante:
0.570, Taguatinga Centro / Rodoviária do Plano Piloto (Integração) via Eixo Sul. Uma viagem a cada 9 minutos. Linha semi-expressa.
0.571, Taguatinga Centro / SIG / W3 Sul (Integração). Uma viagem a cada 11 minutos. Linha semi-expressa.
0.572, Taguatinga Centro / SIG / W3 Norte (Integração) via Setor de Indústrias Gráficas. Uma viagem a cada 14 minutos. Linha semi-expressa.
0.573, Circular EPTG Via Marginal (Integração). Parte de Taguatinga Centro, segue pela via marginal ao Sul da EPTG, retorna próximo a sede da Polícia Civil, segue de volta a Taguatinga Centro pela via marginal ao Norte da EPTG. Uma viagem a cada 9 minutos. Esta linha para ao longo da EPTG.
573.1, Taguatinga Centro / Park Shopping – Rodoviária Interestadual (Integração). Uma viagem a cada 35 minutos.  Ela linha para ao longo da EPTG.
0.574, Taguatinga Centro / Guará – Núcleo Bandeirante (Integração). Parte de Taguatinga, segue pela EPTG, entra no Guará 1 e Guará 2, vai para o Pistão Sul e daí para Taguatinga Centro. Uma viagem a cada 35 minutos. Esta linha para ao longo da EPTG.
0.575, Taguatinga Centro / Núcleo Bandeirante - Guará (Integração). Parte de Taguatinga, segue pelo Pistão Sul, passa pela EPNB, entra no Guará 2 e Guará 1, volta pela EPTG vai até Taguatinga Centro. Uma viagem a cada 35 minutos.
          Esclarecendo dúvidas
Como o passageiro utilizará a integração?
Durante os horários e dias em que funciona a integração, se quiser, por exemplo, ir do Setor O até a W3 Norte pode pegar qualquer uma das linhas integradas que leve até Taguatinga Centro. Chegando lá, pode embarcar na nova linha 0.572 que vai levá-lo até a W3 Norte. Quando quiser retornar, pode tomar a linha de ligação 0.572 até Taguatinga Centro e, de lá, voltar por qualquer linha integrada que o leve você de volta ao Setor O.
Quais as vantagens?
Por causa da grande quantidade de origens e destinos entre as regiões, boa parte das linhas oferece poucas viagens ao longo do dia e nos finais de semana, fazendo com que os passageiros esperem muito tempo. Já com a integração, você vai poder se deslocar até Taguatinga Centro na primeira linha integrada que te leve até lá. E, estando em Taguatinga Centro, você vai poder contar com linhas de ligação para os vários destinos no Distrito Federal. Isto vai aumentar o número de opções de viagens para a população, além de diminuir o tempo dos percursos, já que vão circular pela faixa exclusiva da EPTG, sem parada ao longo deste caminho.
Eu preciso pagar duas passagens?
Não, se você possuir algum dos cartões do Sistema de Bilhetagem Automático. Funciona de forma parecida ao que hoje acontece nas linhas integradas ao metrô. O sistema vai saber que você embarcou em uma linha integrada e vai descontar de seus créditos apenas a diferença das passagens. Por exemplo, se você embarcou em uma linha integrada de R$ 2,00 e, logo em seguida, uma linha de ligação de R$ 3,00, em vez de R$ 5,00, serão descontados de seu cartão apenas R$ 3,00, que é o atual valor das linhas que ligam Ceilândia e Taguatinga às demais regiões descritas.
Como vai funcionar a integração?
A integração só vale entre uma linha circular e uma das novas linhas de ligação. Não vale entre duas linhas circulares ou entre duas das novas linhas de ligação. O tempo limite é de 2 horas para haver a integração entre as duas viagens.
E se eu precisar parar ao longo da EPTG? O que devo fazer?
Haverá a linha 0.573 que parte de Taguatinga Centro e vai até a Octogonal e complexo da Polícia Civil, circulando pelas vias marginais da EPTG.
As linhas que passam pela Estrutural ou pela Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB) vão mudar?
Apenas as linhas que passam pela EPTG mudarão.
Quem já tem um cartão, vai poder usá-lo?
Quem já possui algum dos cartões, como o estudantil ou o vale-transporte, não precisa trocar. Eles funcionarão normalmente.
E quem não tem cartão? Onde pode fazer um e carregá-lo?
Os cartões podem ser adquiridos e recarregados nos postos do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA/DFTrans) ou nas lojas de conveniência do BRB. Há cartões que não exigem cadastro nem documento para aquisição. Ele pode ser usado no metrô e em qualquer linha de ônibus do transporte público.
Como saber se a linha faz parte desta integração?
No painel frontal do ônibus haverá a marca a seguir. Se houver a marca, está na integração.
Mais informações podem ser obtidas nos postos do DFTRANS, no telefone 156, com os cobradores ou na página Internet do DFTRANS (www.dftrans.df.gov.br)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Laboratório Sabin em Vicente Pires

Academia IPPON traz artes marciais para Vicente Pires

Nova Farmácia Pague Menos