Ação

Justiça determina fim de operação tartaruga da PM no DF

Pedro Peduzzi - Repórter da Agência Brasil Edição: José Romildo
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) acatou parcialmente neste final de janeiro, pedido do Ministério Público do Distrito Federal (MPDF) e determinou que os policiais militares do Distrito Federal encerrem a operação tartaruga que, desde outubro de 2013, é feita com o intuito de pressionar o governo a dar reajuste salarial, reestruturação da carreira e pagamento de benefícios a PMs em atividade ou na reserva.

De acordo com a assessoria do TJDF, a decisão em favor do pedido do MP foi deferida parcialmente pela desembargadora Nilsoni de Freitas Custódio no plantão da madrugada de hoje (1). Caso a determinação não seja cumprida, será aplicada multa diária de R$ 100 mil à representação da categoria. Ainda segundo a decisão, foi determinado que o comando da PM adote medidas para encerrar o movimento dos policiais.

Diversos cartazes espalhados pela Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares em todo o Distrito Federal (Aspra- DF ) informam que o movimento só será encerrado quando o governo negociar com a categoria. A Agência Brasil entrou em contato com o diretor Jurídico da Aspra, Francisco Mendes. Segundo ele, o movimento conta com a participação de diversas entidades e que, por isso, aguardam ser informados oficialmente da decisão do tribunal, para se manifestar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Laboratório Sabin em Vicente Pires

Academia IPPON traz artes marciais para Vicente Pires

Nova Farmácia Pague Menos